Fraiha Incorporadora

Conteúdos Fraiha

Tendências arquitetônicas que trazem mais conforto para seu lar

O arquiteto é o profissional responsável pelo projeto arquitetônico de qualquer construção. De forma geral, este conjunto de desenhos apresenta as informações básicas e essenciais para que a obra saia do papel e comece a tomar forma. É a partir deste projeto que os profissionais envolvidos com a construção terão base para prevenir problemas e entender como o empreendimento ficará após construído. Além do conhecimento técnico, é fundamental que eles estejam antenados às tendências arquitetônicas e ao comportamento do consumidor, levando em conta critérios como a localização do imóvel, o clima e o estilo de vida do público-alvo, sem deixar de lado a beleza e a estética.

Nos últimos anos, algumas tendências de arquitetura se fortaleceram e prometem mudar a vida de quem vive em condomínios de alto padrão. Nós listamos algumas delas e seus benefícios para o futuro morador. Confira!

Áreas comuns completas e decoradas

Morar em condomínios de luxo tem diversas vantagens, entre elas, a de desfrutar da convivência coletiva, sem deixar de lado a privacidade e individualidade do seu próprio apartamento.

Uma das tendências arquitetônicas mais fortes dos últimos anos são as áreas comuns entregues completas e decoradas. Destinadas a serem espaços de convivência entre vizinhos, são várias as opções de lazer para todas as idades. O Expand Pinheiros, novo empreendimento da Fraiha Incorporadora, por exemplo, possui áreas comuns que agradam tanto os praticantes de esportes, quanto aqueles que buscam momentos de relaxamento e lazer.

A quadra de tênis, piscina coberta aquecida e o espaço amplo fitness, são alternativas para quem quer praticar esportes sem precisar se deslocar pela cidade. Já para aqueles que gostam de receber os amigos, temos no rooftop as opções de churrasqueira e fornos de pizza. O rooftop, aliás, é uma das tendências arquitetônicas que vieram para ficar.

Espaço Coworking

A cada dia, cresce o número de pessoas que tem a possibilidade de trabalhar sem sair de casa. O home-office é uma realidade para muitos brasileiros, que se fez ainda mais presente durante a pandemia do novo coronavírus, que modificou muito a vida de quem vive em condomínios e fez crescer o interesse em quem busca um imóvel de ter um espaço para trabalhar em seu próprio condomínio. A tendência, no entanto, é que mesmo após o período de quarentena, muitas empresas continuem adotando a prática, incentivando que seus colaboradores permaneçam e trabalhem em casa.

O tempo gasto com a locomoção pelas grandes cidades, como São Paulo, também reflete a necessidade de um espaço confortável e otimizado para quem pretende trabalhar a distância. Diante disso, os coworkings, espaços compartilhados de trabalho, são tendências arquitetônicas em novos empreendimentos do mercado imobiliário de alto padrão e que prometem conforto e qualidade de vida aos moradores.

Segurança e Tecnologia, sinônimos de conforto

Na hora de comprar um novo apartamento, alguns detalhes podem fazer a diferença na escolha. A tecnologia empregada na construção é, sem dúvida, um deles.

As fechaduras biométricas nas entradas sociais é um exemplo do uso da tecnologia para a segurança dos moradores, e consequentemente, traz conforto ao evitar problemas como perda de chaves e entrada de pessoas indesejadas no prédio, sem autorização.

Um dos dramas de quem vive em torres altas, antigamente, eram os dias em que havia queda de energia elétrica. Porém, a adoção de geradores é o exemplo da tecnologia bem empregada, evitando o desligamento de elevadores e iluminação das áreas comuns.

E, por falar em energia elétrica, a adoção de tomadas com entradas USB, facilitando o carregamento de dispositivos é uma das tendências a ser adotada com frequência em novos empreendimentos, dado ao uso constante de aparelhos que demandam este tipo de tecnologia.

Responsabilidade Ambiental & Social

Os empreendimentos da Fraiha Incorporadora levam consigo a preocupação com o meio-ambiente e o bem-estar de seus moradores. Por isso, tendências arquitetônicas sustentáveis são amplamente utilizadas nas obras. Alguns dos exemplos práticos são o reuso de águas pluviais nas áreas comuns e o uso consciente de energia, com previsão para sistema solar nas unidades.