Sanca de Gesso: Confira os principais modelos

As sancas de gesso deixam qualquer cômodo mais bonito, refinado e aconchegante.
Esses elementos, quando combinados a uma iluminação estratégica, deixam qualquer ambiente mais bonito e elegante.

As sancas de gesso representam uma forte tendência na área de design de interiores. Elas podem ser usadas para complementar o forro, mais precisamente entre o teto e a parede. Dessa forma, é possível valorizar o estilo da decoração e o tipo de iluminação empregada.

No mercado de construção é possível encontrar três tipos de sancas de gesso. São elas:

– Sanca de gesso fechada
A sanca fechada, como o próprio nome já diz, tem o acabamento fechado nas laterais. A ausência de aberturas obriga a instalação de spots de luz na própria moldura. O acabamento é mais simples, por isso combina perfeitamente com um ambiente clean e minimalista.

– Sanca de gesso aberta
Muitos projetos arquitetônicos apostam no modelo de sanca aberta, ou seja, que tem uma abertura na parte central. Essa estrutura permite trabalhar com uma iluminação interna, que cria uma luz indireta. Ao apostar nesse tipo de sanca, é possível deixar o ambiente mais acolhedor e intimista.

– Sanca de gesso invertida
A sanca invertida é famosa na área de construção porque cria o efeito de teto flutuante dentro de casa. Isso acontece porque ela tem um afastamento de 15 cm da parede. O resultado é sempre uma decoração limpa e moderna, que combate qualquer tipo de poluição visual.

Em resumo, para instalar sancas na sua casa, você deve considerar os seguintes fatores: a escolha de um ponto de destaque, um objetivo de decoração, a altura do cômodo e o orçamento. Valorizando esses itens no seu projeto, você não terá desperdício de dinheiro ou resultados decepcionantes.

Fonte: Casa & Festa