O metrô e as novas linhas na Zona Sul de São Paulo

Desde 1974 o metrô atende a população de São Paulo.
Conhecido como o maior e mais movimentado sistema de transporte metroviário da América Latina, hoje, ele atende cerca de 4,5 milhões de passageiros por dia. Isso sem contar as linhas de trens da CPTM que em muitas estações têm ligação direta com a malha metroviária.

Atualmente, o metrô conta com 96 km de extensão e 84 estações divididas em 6 linhas em código de cores. Os 232 trens circulam pela Linha 1 – Azul, Linha 2 – Verde, Linha 3 – Vermelha, Linha 4 – Amarela, Linha 5 – Lilás e linha 15 – Prata.

A última entrega realizada pelo Governo do Estado aconteceu no final de setembro de 2018, com 4 anos de atraso.
As estações Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin agora ligam a linha 5 – Lilás, que atende boa parte da Zona Sul, incluindo bairros como Moema e Brooklin, com a linha 1- azul e linha 2 – verde.

 

Para esse trecho da Linha 5, falta apenas a estação Campo Belo, que não tem previsão de entrega.
Com a abertura dessas estações, cerca de 850 mil pessoas estão se beneficiando do transporte público.

De acordo com o Governo do Estado, a rede metroviária está em plena expansão.
A Linha 4- Amarela foi parcialmente inaugurada e está com as obras da fase 2 em andamento, e tem previsão de entrega em 2020.
Já as obras para a Linha 6 – Laranja, que terá cerca de 15 km de extensão e 15 estações está totalmente parada há dois anos.

Cada dia mais, as pessoas estão optando pelo transporte público para realizar seus compromissos e trabalhar, e por isso, os empreendimentos da Fraiha estão localizados perto de estações de metrô, como o Modern Life Fagundes Filho na Saúde, o Saphir Morgado e o Humberto Primo na Vila Mariana e o Moema 300 em Moema. Você pode conferir tudo clicando aqui.